55 11 5571.2525
OK

  • Home > 
  • Escolha o seu Roteiro > 
  • Brasil > 
  • 65mazonas > 
  • Pacotes de viagens para Amazônia com especialistas > 

Pacotes de viagens para Amazônia com especialistas

Localizada ao norte do país, Amazônia possui área de mais de 7 milhões de Km2 , abrangendo sete estados brasileiros e nove países da América do Sul. A região é recoberta pela Floresta Tropical Amazônica e formada pela bacia do Rio Amazonas que, com mais de mil afluentes representa, pelo menos, 20% de todos os recursos hídricos disponíveis no planeta.

Devido à sua grande biodiversidade, a Amazônia representa uma enorme reserva de recursos naturais - vegetais, minerais e animais - e influencia diretamente o equilíbrio climático da Terra. Além de grandes áreas de florestas, a Amazônia também apresenta cerrados e campos rupestres, campinas, matas secas, igapós, manguezais, ilhas, praias fluviais de areia branca, cachoeiras, e riquíssimas flora e fauna, com cerca de 30 mil espécies de plantas e 30 milhões de espécies animais.

Os rios da Amazônia são a melhor maneira de conhecer a floresta e observar os animais da região. Os passeios de barco por igarapés, afloramentos rochosos e bancos de areia são uma grande aventura, e ainda existem opções de caminhadas pela mata, pernoite na selva, focagem noturna de animais, pesca esportiva e a prática de canoagem e rafting.

No centro da maior floresta tropical do planeta encontra-se Manaus, uma cidade comercial alegre, cujo nome tem origem na valente tribo de índios Manaós. Fundada durante o apogeu da borracha, já foi considerada uma das mais ricas cidades do mundo e convive com um extraordinário estoque de recursos naturais. Rica em história e cultura possui edificações monumentais construídas com matérias-primas importadas da Europa e decoradas com luxo e requinte pelos mais famosos artistas internacionais da época, entre os quais o Palácio Rio Negro que agora serve como residência para o Governador do Estado.

Confira as principais atrações: Arquipélago de Anavilhanas, Arquipélago de Mariuá, Encontro das Águas, Focagem noturna de jacarés, Passeio de barco, Pernoite na selva, Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá.

onde fica


Visualizar Cia Eco - Viagens de Experiência em um mapa maior

viajante Cia Eco

Minha viagem foi perfeita!!!
O Anavilhanas é o hotel mais completo em que já me hospedei. A acomodação era ótima e o atendimento mais ainda! ... A Amazônia é especial!!! Todos deveriam conhecer!...

[veja mais]

Promocional

Amazônia - Amazon Ecopark Lodge - 5 dias

Caminhada na Selva, Encontro das Águas, Pescaria, Floresta dos Macacos, Focagem Noturna, Visita a Casa do Caboclo
Promoção: Pague 4 e fique 5
Saídas diárias até junho de 2017
Valor a partir de
R$ 2.015,00,00 parte terrestre
Validade: junho de 2017

Promocional - Navegação pelo Rio Negro - 4 dias

MV Desafio: Comunidade indígena Dessana, Comunidade ribeirinha Jaraqui, encontro das Águas, Interação com os botos, focagem noturna
Saídas em datas específicas até novembro de 2017
Valor a partir de
R$ 2.189,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2017

Alta Floresta - Cristalino Jungle Lodge - 5 dias

Personalize o seu roteiro com a consultoria Cia Eco!
Diferencial Cia Eco: brinde exclusivo
Valor a partir de
R$ 4.320,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Saídas regulares

Amazônia Experiência - Ecopark Lodge - 4 dias

Caminhada na Selva, Encontro das Águas, Floresta dos Macacos, Tour Noturno com Focagem
Diferencial Cia Eco: Pic nic na beira da piscina
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 2.015,00,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Turismo de Acessibilidade na Amazônia - 4 dias

Amazon Ecopark: Encontro das Águas, Floresta dos Macacos, Passeio de canoas e Tour Noturno com Focagem
Saídas diárias até agosto de 2017
Valor a partir de
R$ 2.528,00 parte terrestre
Validade: agosto de 2017

Amazônia Experiência - Ecopark Lodge - 7 dias

Manaus, Caminhada Ecológica, Encontro das Águas, Visita aos Primatas, Focagem noturna
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 3.796,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Amazônia Experiência e Charme - Mirante do Gavião - 4 e 7 dias

Arquipélago de Anavilhanas, Gruta do Madadá, Parque Ecológico do Janauary, Comunidade Catalão, Encontro das Águas
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 3.675,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Amazônia - Culinária e Yoga - 5 dias

Retiro de yoga e raw food em um hotel de selva
Saída especial: 06/09/17
Valor a partir de
R$ 5.130,00 parte terrestre
Validade: setembro de 2017

Amazônia Experiência - Juma Amazon Lodge - 4 e 7 dias

Manaus, experiência com o Boto da Amazônia, Encontro das Águas, focagem de jacarés, caminhada Ecológica, pic nic na floresta
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 2.848,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Amazônia Charme e Luxo - Anavilhanas Lodge - 4 e 7 dias

Anavilhanas Jungle Lodge e Villa Amazônia Hotel
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 3.760,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Amazônia - Mamirauá - 5 e 8 dias

Pousada Flutuante Uacari Lodge, Médio Solimões
Saídas às segundas e sextas-feiras até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 2.333,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Viagem Fotográfica - Mamirauá - 5 dias

Manaus, Pousada Flutuante Uacari
Saídas às segundas-feiras até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 3.956,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Destinos conjugados

Três Ecossistemas - 8 dias

Floresta Amazônica, Chapada dos Guimarães e Pantanal
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 8.922,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Lençóis Maranhenses e Amazônia - 8 dias

Barreirinhas e Amazon Ecopark
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 4.221,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Paisagens Amazônicas, Belém e Ilha do Marajó - 9 dias

Amazon Ecopark Lodge ou Anavilhanas Lodge ou Juma Amazon Lodge
Saídas aos domingos até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 4.231,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Grandes Cenários Amazônicos - 13 dias

Amazônia: Amazon Ecopark ou Anavilhanas Lodge ou Juma Amazon Lodge, Belém, Marajó e Alter do Chão
Saída diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 6.593,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Cruzeiros e expedições fluviais

 
Consulte valores com nossa equipe

Navegação pelo Rio Negro - 4 dias

MV Desafio: Comunidade indígena Dessana, comunidade ribeirinha Jaraqui, Encontro das águas, interação com os botos e focagem noturna
Saídas às quintas-feiras até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 3.614,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Navegação pelo Rio Negro e Rio Amazonas - 6 dias

MV Desafio: caminhada na selva, interação com os botos cor rosa, observação de pássaros ao amanhecer, focagem noturna, visita à comunidade de ribeirinhos e comunidade indígena
Saídas às quintas-feiras até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 5.881,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Expedição Fluvial Amazon Clipper - 5, 6 ou 8 dias

Arquipélago de Anavilhanas, Encontro das Águas, Lago do Janauarí, Rio Amazônia e Rio Negro
Saídas às terças-feiras ou domingos até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 4.013,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Expedição Fluvial Rio Arapiuns e Tapajós - 5 dias

Praias fluviais, floresta e comunidades
Saídas diárias até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 7.116,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Expedição Fluvial Anavilhanas - 6 dias

Manaus, Rio Negro, Rio Solimões, Encontro das Águas, Rio Ariaú, Acajatuba,
Arquipélago de Anavilhanas
Saídas em datas específicas até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 6.049,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Expedição Fluvial Anavilhanas e PN Jaú - 7 dias

Novo Airão, Anavilhanas, Madadá, PN Jaú, Manaus
Saídas em datas específicas até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 6.477,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Expedição Fluvial Rio Jauaperi - Xixuaú - 10 dias

Manaus, Novo Airão, Anavilhanas, Madadá, PN Jaú, Rio Negro, Rio Jauaperi, Reserva do Xixuaú
Saídas em datas específicas até dezembro de 2017
Valor a partir de
R$ 9.894,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Réveillon

Navegação pelo Rio Negro - Reveillon - 4 dias

MV Desafio: caminhada na selva, pescaria de piranhas, interação com os botos cor rosa, encontro das águas
Saída especial: 31/12/16
Valor a partir de
R$ 5.472,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Réveillon - Amazônia - Ecopark Lodge - 4 dias

Caminhada na Selva, Encontro das Águas, Floresta dos Macacos, Tour Noturno com Focagem
Diferencial Cia Eco:Pic nic na beira da piscina
Saídas especiais: 29, 30 e 31/12
Valor a partir de
R$ 2.387,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Réveillon - Amazônia - Juma Lodge - 4 dias

Encontro das Águas, focagem noturna, caminhada ecológica, pic nic na floresta, visita a casa do caboclo
Saídas especiais: 29, 30 e 31/12/17
Valor a partir de
R$ 3.124,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017

Feriados

Feriados segundo semestre - Amazônia - Ecopark Lodge - 4 dias

Caminhada na Selva, Encontro das Águas, Floresta dos Macacos, Tour Noturno com Focagem
Diferencial Cia Eco: Pic nic na beira da piscina
Saídas especiais: 07/09, 12/10 e 02/11
Valor a partir de
R$ 2.015,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2017

Feriados segundo semestre - Amazônia - Juma Lodge - 4 dias

Encontro das Águas, Focagem noturna, Caminhada ecológica, Pic nic na floresta, Visita a casa do caboclo
Saídas especiais: 07/09, 12/10 e 02/11
Valor a partir de
R$ 2.848,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2017

Viagem em familia

Amazônia - Especial Família - Ecopark Lodge - 6 dias

Diferenciais Cia Eco: Picnic para a família, focagem noturna privativa incluindo certificado de guia ambiental mirim para as crianças, welcome drink e lanche regional no Waku Sese
Valor a partir de
R$ 3.336,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2017
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Principais Atrações

.: Selva Amazônica :.

Arquipélago de Anavilhanas: é segundo maior arquipélago fluvial do mundo, formado por 400 ilhas ou mais (varia de acordo com o nível de água do rio), centenas de lagos, rios, igapós e igarapés. Situado no rio Negro, a cerca de 160 Km de Manaus, o conjunto de ilhas é protegido pela legislação federal que criou o Parque Nacional de Anavilhanas em outubro de 2008, com área de 350 mil hectares. Nos arredores já há diversos hotéis e pousadas situados em plena selva, que oferecem atividades como passeios de barco, banho de rio com bóias, caminhadas na selva, mini-curso de sobrevivência na selva, observação de botos cor-de-rosa, focagem de jacarés e muito mais.

Arquipélago de Mariuá:
o maior arquipélago fluvial do mundo conta com cerca de 30 comunidades e 1.266 ilhas espalhadas por 140 mil km² no Rio Negro. Em épocas de seca, as praias ficam completamente expostas, permitindo boas caminhadas pelas areias brancas e deliciosos banhos no famoso rio de águas escuras. Fica a 170 km do Parque Nacional do Jaú e a cerca de 490 Km de Manaus. É habitado principalmente por botos cor-de-rosa e cerca de 700 espécies de peixes comestíveis e ornamentais.

Encontro das Águas:
as águas escuras do rio Negro se encontram com as águas barrentas do rio Solimões, correndo lado a lado, sem se misturarem, por uma extensão de cerca de 6 km, até desembocar no oceano Atlântico. Trata-se de um fenômeno muito apreciado por turistas, que acontece pela diferença de densidade, temperatura e velocidade da água de ambos os rios.

Focagem noturna de jacarés:
passeio feito em barcos regionais, com acompanhamento de guias. O objetivo é a observação de jacarés e outros animais de hábitos noturnos. O guia dirige a lanterna para as margens do rio e fixa a luz num jacaré que fica imediatamente paralizado. Ele então captura o jacaré com as mãos, segurando-o pelo corpo para ser observado de perto. Em seguida, o animal é devolvido ao rio.

Parque Nacional do Jaú: criado em 1980, é o maior Parque Nacional do Brasil e o maior do mundo em floresta tropical úmida contínua e intacta. Abrange áreas dos municípios de Novo Airão e Barcelos, a 220 km de Manaus em linha reta. Sua denominação deriva de um dos maiores peixes brasileiros, o Jaú, e seus rios, lagos e igarapés são muito importantes para a manutenção da flora e da fauna locais. O parque preserva a maior bacia de águas pretas do mundo, a do Rio Negro, ricas em elementos orgânicos e ferro. Percorrer os cursos d’água em uma voadeira é a melhor forma de conhecer e apreciar as belezas da região, que inclui praias, cachoeiras e comunidades ribeirinhas.

Passeio de barco: é uma das melhores maneiras de explorar a região e praticar pesca esportiva. O passeio é feito em canoas, motorizadas ou não, e permite a observação da fauna local e do cotidiano ribeirinho. Os passeios podem ser de um ou mais dias e favorecem a apreciação de todo o esplendor do Rio Negro, dos afluentes do Rio Solimões, bem como do Encontro das Águas ,  Arquipélago de Anavilhanas, Novo Airão, Parque Nacional do Jaú e Barcelos.

Pernoite na selva: para os visitantes que querem interagir totalmente com a natureza, alguns hotéis oferecem a oportunidade de pernoitar no meio da selva, dormindo em redes, em casa estilo indígena. Há também opções de pernoite em barcos regionais equipados com canoas, permitindo mais segurança e aproveitamento nos passeios diurnos e noturnos pelos igapós e igarapés. Acompanhamento de guias locais especializados.

Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá
: situada na região do médio Solimões, é a maior reserva florestal do Brasil com uma área total de 1.124.000 hectares que serve de modelo de área protegida para o uso sustentado. Criada em 1996, permite a permanência e a participação da população local na exploração racional e sustentada dos recursos naturais, trazendo melhorias para sua qualidade de vida. A reserva possui algumas das mais importantes espécies de madeiras tropicais, mais de 300 espécies de peixes catalogadas, cerca de 400 espécies de aves e, pelo menos, 45 espécies de mamíferos, dentre ele o macaco uacari-branco, ameaçado de extinção.



.: Presidente Figueiredo :.

Distante 107 km de Manaus, o município de Presidente Figueiredo é famoso por suas cachoeiras, localizadas entre as reservas ecológicas de Iracema e Santuário, assentadas em rochas de arenito. A região conta ainda com cinco sítios arqueológicos e nove cavernas abertas à visitação.

Cachoeiras:
a da Iracema e das Araras formam piscinas naturais, corredeiras e grutas, além das trilhas que margeiam o rio Urubuí. A Cachoeira da Neblina é a mais alta da região, com 35 metros de altura. É necessário realizar um trekking de aproximadamente 3 horas para chegar até a cachoeira. Já as piscinas naturais da Cachoeira do Santuário são formadas por várias quedas d'águas e corredeiras. Possui 20 metros de altura e é ideal para a prática de cascading.

Caverna do Maruaga:
localizada a 106 Km de Manaus e de fácil acesso, chega-se à caverna após trilha leve. Possui quedas d'água e rio subterrâneo e foi escavada pela água há 18 milhões de anos. Do início da trilha até a Caverna, o visitante percorre 1.200 metros por meio da Floresta Amazônica onde existem cipós e arvores centenárias. Para visitá-la, é necessário ir ao Centro de Atendimento ao Turista ( CAT ) de Presidente Figueiredo para contratar um guia. As saídas para visitação possuem número limitado de pessoas. 

Rios Urubuí, Pitinga e Uatumã:
afluentes do Amazonas, também na região de Presidente Figueiredo, formam corredeiras que possibilitam a prática de canoagem e rafting. Por enquanto, as atividades não são realizadas comercialmente. O Rio Uatumã é navegável em 295 km, até a Usina Hidrelétrica de Balbina.



.: Manaus:.

Bosque da Ciência (Inpa):
área preservada pelo INPA-Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, que estuda o meio ambiente e particularidades da fauna, flora, minerais e fosséis da região. Além da casa Ciência e do Lado Amazônico, os animais que fazem parte dos projetos de preservação, como o peixe-boi e a ariranha, são atrações interessantes.

Igreja da Matriz: primeira igreja erguida logo após a fundação de Manaus, obra dos missionários carmelitas, que em 1695 construíram a Matriz de Nossa Senhora da Conceição. Foi completamente destruída por um incêndio em 1850. O prédio atual foi inaugurado em 1878 em estilo grego, com grande parte do material importado da Europa, principalmente Portugal. 

Palácio Rio Negro: este prédio foi construído no final do século XIX pelo engenheiro Henri Joseph Moers, para ser a residência particular do comerciante de borracha, o alemão Waldemar Scholtz. Em 1911, o prédio foi hipotecado ao Coronel Luiz da Silva Gomes, que o arrendou para o Governo Estadual. Em 1918, o Estado comprou o prédio para ser residência oficial do governador, passando a denominar-se Palácio Rio Negro. Atualmente o prédio abriga o Centro Cultural Palácio Rio Negro sendo palco de exposições, shows musicais e teatro.

Porto Flutuante:
inaugurado em 1902, é uma curiosa obra flutuante, de engenharia inglesa, que oscila conforme as enchentes e vazantes do Rio Negro, com desníveis de mais de 10 metros. Recebe navios de cruzeiro e está sendo transformado num complexo de compras e serviços de interesse turístico.

Teatro Amazonas:
principal patrimônio cultural do estado, foi inaugurado em 1896 no auge da época da borracha. Apesar da predominância de elementos neoclássicos, adotou-se neste edifício vários outros estilos que o caracterizam como uma obra eclética, com materiais trazidos da Europa e artistas internacionais como Domenico de Angelis, Giovani Capranesi e Crispim do Amaral.  Tombado como patrimônio histórico em 1965, tem capacidade para 701 pessoas distribuídas entre a platéia e seus três andares. Após restauração realizada pelo Governo do Estado em 1990, retomou seu apogeu com a apresentação de óperas famosas e músicos nacionais e internacionais. 

Museu de ciências Naturais: é administrado pela Associação Naturalista do Amazonas. No acervo do Museu, há muitos animais da floresta amazônica empalhados e várias espécies de peixes. Destaque para o grande aquário, no qual é possível encontrar piraíbas, tucunarés e tambaquis. O que também atrai a atenção dos visitantes são os peixes pirarucus de dois metros e 150 quilos. Além de peixes, no acervo do Museu há vários tipos de insetos, até mesmo raras borboletas e grandes aranhas. O maior deles é o Besouro Hércules, que mede 16 centímetros. 

Relógio Municipal:
foi encomendado a uma relojoaria suíça, sendo montado e revisado por Pelosi e Roberti, antigos ourives de Manaus. A construção do seu pedestal foi concluída no final de 1927. Junto com o obelisco erguido em comemoração ao centenário da elevação de Manaus à categoria de cidade, o Relógio Municipal compõe a paisagem arquitetônica do largo da Matriz.

Zoológico do CIG’S:
mantido pelo Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIG’S), onde podem ser encontradas as principais espécies de animais típicos da região como onças, macacos, tartarugas, cobras, araras, etc. Esses animais são capturados em missões realizadas na selva, por oficiais do Exército Brasileiro. 

Zona Franca de Manaus: é uma área de livre comércio de exportação e importação e de incentivos fiscais, estabelecida com a finalidade de implantar, no interior da Amazônia, um centro industrial, comercial e agropecuário, dotado de condições econômicas e administrativas, que permitam seu desenvolvimento, em face dos fatores locais e da grande distância em que se encontram os centros consumidores de seus produtos.Beneficiando primeiramente somente a cidade de Manaus, a Zona Franca hoje tem sua ação estendida a toda Amazônia Ocidental.

Também sugerimos outras atrações:
Palácio da Justiça e Palácio do Mindú; Igreja São Sebastião; Monumento à Abertura dos Portos; Biblioteca Pública, Quartel da Polícia Militar; Central de Artesanato Branco e Silva e Praia da Ponta Negra.

Dicas

Imperdível: se você estiver em Manaus e com disponibilidade, faça o sobrevôo pela região onde acontece o encontro dos rios Negro e Solimões. Alguns hotéis de selva realizam o traslado também aéreo. O passeio é sensacional! Para os hóspedes que querem um contato mais direto com a natureza, alguns hotéis oferecem a oportunidade de passar uma noite no meio da selva, dormindo em redes. Se você é amante do " Birdwatching ", existem hotéis que são especializados na atividade.

Animais: leve binóculo para observar os bichos, sem assustá-los.

Vacina:
recomenda-se tomar a vacina contra a febre amarela pelo menos dez dias antes da viagem, bem como a atualização das vacinas anti-tetânica e anti-hepatite B. 
 
Cuidados: durante os passeios, tenha sempre à mão uma blusa de manga comprida, pois no final do dia a temperatura pode cair. Além disso, leve também repelente para se proteger contra os mosquitos. Em relação à malária, recomenda-se a aplicação de repelente nas partes expostas do corpo e a utilização de roupas que cubram braços e pernas sempre que possível.

Malária é uma doença prevalente nos países de clima tropical e subtropical. Também conhecida como sezão, paludismo, maleita, febre terçã e febre quartã, o vetor da doença é o anofelino (Anopheles), um mosquito parecido com o pernilongo que pica as pessoas, principalmente ao entardecer e à noite. A Amazônia Legal é a região do Brasil onde ocorrem 98% dos casos de malária (são estados que compõem a Amazônia Legal: Amazonas, Pará, Roraima, Rondônia, Acre, Amapá, norte do Mato Grosso e a fronteira do Maranhão com o Pará).

No Brasil, há carência de repelentes com concentração ideal da substância ativa, o dietiletiltoluamida (DEET), que deve estar entre 25% e 30%. Desta forma, procure orientação sobre a maneira de aplicá-lo corretamente antes de viajar. Como a grande maioria dos repelentes disponíveis no mercado brasileiro não indica no rótulo a concentração de DEET, é necessário renovar sua aplicação pelo menos a cada quatro horas. Entretanto, em locais muito úmidos, por causa da transpiração mais intensa, a aplicação deve ser repetida a cada duas horas, mesmo que a concentração da substância ativa seja adequada. Além disso, cada vez que entrar na água ou molhar o corpo, esse produto precisa ser passado novamente na pele. Se utilizar filtro solar, deve-se aplicar primeiro o filtro e, por cima, o repelente.

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, dirija-se ao posto de saúde mais próximo ou consulte o Ambulatório de Medicina do Viajante: 55 (11) 5084-5005, na Avenida Borges Lagoa,770. É importante ligar para agendar uma visita.

 


Melhor Época

A Amazônia possui clima bastante quente e úmido, com temperatura média de 25º C e chuvas constantes. A região pode ser visitada durante todo o ano e apresenta duas estações distintas. O período de seca, de setembro a dezembro, é ideal para caminhar e aproveitar as praias de areia branca formadas nas margens dos rios. De janeiro a junho, período de cheia, os rios atingem seu nível mais alto, o acesso de barco a várias regiões é mais fácil, possibilitando a navegação no nível das copas de muitas árvores que ficam submersas. 

Cia Eco - Agência de Viagens e Turismo
Rua Sena Madureira, 515 - Vila Mariana
São Paulo/SP - CEP 04021-051
Fone: 55 11 5571.2525 | E-mail: comercial@ciaeco.tur.br
Cadastur: 26.010039.10.0001-7
Acesse nossas redes sociais
Empresa Associada

INTERNACIONAIS


África

África do Sul
Botsuana
Cabo Verde
Etiópia
Madagascar
Marrocos
Moçambique
Namíbia
Quênia
Tanzânia
Tunísia
Uganda e Ruanda
Zâmbia e Zimbábue

África do Norte e Oriente Médio

Egito
Irã
Israel
Jordânia
Líbano
Omã

América Central e Caribe

Anguilla - Caribe
Antígua e Barbuda - Caribe
Aruba - Caribe
Bahamas - Caribe
Barbados - Caribe
Bonaire - Caribe
Costa Rica
Cuba
Curaçao - Caribe
Guatemala
Ilhas Virgens Britânicas - Caribe
Jamaica
Panamá
Porto Rico
República Dominicana
Santa Lucia - Caribe
St Barths - Caribe
St Maarten - Caribe
Turks e Caicos - Caribe

América do Norte

Alasca
Califórnia
Canadá
Havaí
México
Parques Nacionais Americanos
Rota da Música

América do Sul

Amazônia Peruana
Bariloche e Villa La Angostura
Buenos Aires
Colômbia
Cordilheira Blanca
Cuzco e Machu Picchu
Deserto de Atacama e Altiplano
Galápagos
Ilha de Páscoa
Lago Titicaca, Arequipa e Colca
Lagos Andinos
Lima
Mendoza
Nazca, Ica e Paracas
Patagônia Argentina
Patagônia Chilena
Península Valdés
Pucón
Quito, Cuencas e Avenida dos Vulcões
Salar de Uyuni e Altiplano
Salta e Jujuy
San Martín de los Andes
Santiago do Chile
Ski na Argentina
Ski no Chile
Trujillo e Chiclayo
Uruguai
Ushuaia
Venezuela

Antártida

Antártida

Ásia e Extremo Oriente

Bali
Butão
Camboja
Cazaquistão
China
Filipinas
Índia
Indonésia
Japão
Laos
Malásia
Mongólia
Myanmar
Nepal
Sri Lanka
Tailândia
Tibet
Uzbequistão
Vietnã

Europa

Alemanha
Armênia
Azerbaijão
Bélgica
Croácia
Escandinávia
Espanha
Finlandia
França
Geórgia
Grécia
Islândia
Itália
Leste Europeu
Portugal
Reino Unido
Rússia
Rússia - Copa do Mundo 2018
Suiça
Turquia

Ilhas do Índico

Ilha Mauritius
Ilhas Maldivas
Ilhas Seychelles

Oceania

Austrália
Nova Zelândia

Tahiti e Pacífico Sul

Ilhas Fiji
Tahiti e suas ilhas


NACIONAIS


Centro Oeste


Goiás

Chapada dos Veadeiros

Mato Grosso do Sul

Bonito
Pantanal Sul

Mato Grosso

Alta Floresta
Chapada dos Guimarães
Pantanal Norte
Serra do Roncador


Nordeste


Alagoas

Litoral Alagoano

Bahia

Abrolhos
Chapada Diamantina
Ilha de Boipeba
Itacaré
Morro de São Paulo
Península de Maraú
Praia do Forte
Trancoso e Ponta do Corumbau

Ceará

Jericoacoara
Litoral Cearense

Maranhão

Chapada das Mesas
Lençóis Maranhenses e Rota das Emoções
São Luis

Paraíba

Litoral Paraibano
Vale dos Dinossauros e Sertão da Paraíba

Pernambuco

Fernando de Noronha
Litoral Pernambucano

Piauí

Serra da Capivara

Rio Grande do Norte

Litoral Rio Grande do Norte

Norte

Acre

Acre

Amazonas

Amazônia

Pará

Alter do Chão
Belém
Ilha de Marajó

Roraima

Monte Roraima

Tocantins

Jalapão


Sudeste


Minas Gerais

Estrada Real
Serra da Canastra
Serra do Cipó e Inhotim

Rio de Janeiro

Litoral do Rio de Janeiro

São Paulo

Petar e Eldorado


Sul


Paraná

Foz do Iguaçu
Ilha do Mel e Morretes
Reserva Ecológica do Sebuí

Rio Grande do Sul

Aparados da Serra e Cânions do Sul
Travessia Cassino-Chui

Santa Catarina

Florianópolis e Costa das Esmeraldas
Urubici e Serra Catarinense