EN PT
+55 11 5571-2525

Pacotes de viagens para Lago Titicaca, Arequipa e Colca com especialistas

A principal porta de entrada para o Lago Titicaca é a cidade peruana de Puno, conhecida como a Capital Folclórica das Américas. A cidade e toda a região foi sede de uma das culturas mais importantes da época pré-inca, a cultura Tiahuanaco, cujos restos arqueológicos são encontrados nos museus e sítios arqueológicos.

No Lago Titicaca, você pode visitar uma das impressionantes ilhas flutuantes dos Uros, povo que descende de uma das culturas mais antigas do continente. As ilhas artificiais são criadas com as raízes da totora, planta que cresce no lago e também é usada para criar barcos e casas. Pisar nelas é como andar em um colchão.

O Lago Titicaca tem outros tesouros, como as Ilha de Amantani e Ilha Taquile essa considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, preserva tradições e culturas seculares do tempo do império Inca. Localizado a 3.811 metros acima do nível do mar, na fronteira entre o Peru e a Bolívia, o Titicaca é o lago navegável mais alto do mundo e o segundo maior lago da América do Sul. Nele, há cerca de 41 ilhas, mas somente algumas delas são densamente povoadas.

A cidade de Arequipa localiza-se a 20 minutos de avião de Juliaca, aeroporto mais próximo do Lago Titicaca. Situada a 2.350m de altitude, surpreende seus visitantes com a beleza de sua arquitetura caracterizada pela presença de casarões antigos, templos e conventos construídos em silhar, um material de lava vulcânica, de coloração branca perolada, que produz um cenário magnífico ao ser iluminado pelo sol. Por isso a cidade também é conhecida como a" Ciudad Blanca."

A cerca de 4 horas de carro de Arequipa, encontra-se o Vale de Colca - uma das mais extraordinárias atrações do país. No entorno da região é possível observar terraços coloridos construídos pela antiga civilização inca para agricultura e que até hoje são utilizados no cultivo de quinoa, milho e trigo.  Além disso, lá se encontra também o Cânion de Colca, o mais profundo do mundo, hábitat natural dos condores andinos.

Saídas regulares

La Paz e Lago Titicaca - 6 dias

Vale da Lua, Tiwanaku, Ilha do Sol
Consulte novas saídas!
 
Consulte valores com nossa equipe

La Paz, Lago Titicaca e Salar de Uyuni - 6 dias

Copacabana, Ilha do Sol, Colchani, Tahua, ilha de Incahuasi
Consulte novas saídas!
 
Consulte valores com nossa equipe

La Paz, Lago Titicaca e Salar de Uyuni - 10 dias

Tiwanaku, Ilha do Sol, Copacabana, Vale da Lua, San Juan, Laguna Colorada, Huayllajara, Laguna Verde
Saídas diárias até dezembro de 2019
Pagamento em 10x
Valor a partir de
US$ 2.939,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2018

Destinos conjugados

Essência Andina - 10 dias

La Paz, Sucre, Potosí, Salar de Uyuni e Puno
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 3.672,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Chile, Bolívia e Peru - 16 dias

Atacama, Geysers del Tatio, Vale da Lua e da Morte, Salar Uyuni, Laguna Verde e Colorada, Ojos de Perdiz, San Pedro de Quemez, Colchani, Potosi, Sucre, La Paz, lha do Sol, Puno, Lago Titicaca, Ilhas Uros e Taquile, Cuzco, pernoite no Vale Sagrado, Machu Picchu
Saídas diárias até novembro de 2019
Valor a partir de
US$ 5.194,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2019

Paisagens Peruanas - 16 dias

Lima, Nazca, Paracas, Arequipa, Colca, Puno, Cuzco, Vale Sagrado, Machu Picchu, Águas Calientes
Saídas diárias até dezembro de 2019
Pagamento em 10x
Valor a partir de
US$ 3.165,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Dicas

Bagagem: para vôos através da Lan Peru em classe turística, é permitido levar 1 mala com 20 kg por passageiro, além de 1 bagagem de mão com até 8 kg. Já a cia Taca permite levar 1 mala com até 22 kg e 1 bagagem de mão de até 10 kg. Lembre-se de identificá-las e fechá-las com cadeados. Nos aeroportos não existem carrinhos de bagagem disponíveis para passageiro. Carregadores do aeroporto (uniformizados) fazem o serviço mediante o pagamento de gorjeta.
Fique atento para as restrições da bagagem de mão e leia atentamente o check list que será entregue após a confirmação de sua viagem. Em caso de dúvidas, por gentileza, entre em contato com os consultores da Cia Eco.

Documentação: Para brasileiros, não há necessidade de visto para a entrada na Argentina. O único documento exigido é a Carteira de identidade em bom estado de conservação, foto recente e no máximo 10 anos de emissão (a contar com a data de embarque). Não são aceitas para embarque: Carteira Nacional de Habilitação ou carteiras emitidas por entidades de classe (CREA, OAB, CRM). Se levar o passaporte, deixe sempre guardado no cofre do hotel e ande com sua carteira de identidade original.
Importante: Segundo informações do Consulado Boliviano, é obrigatória a apresentação do passaporte com validade mínima de seis meses no caso de viagens onde os passageiros entram na Bolívia a partir de um país que não é o de origem do passageiro. Somente em roteiros com vôo direto de São Paulo a La Paz, o RG é suficiente.

Vacina: É obrigatório a apresentação do Comprovante Internacional de Vacina contra Febre Amarela. Lembrando que ela deve ser tomada, no mínimo, 10 dias antes da viagem.
Importante: Desde o dia 1º de junho de 2008, as vacinas NÃO são mais aplicadas nos postos da Anvisa em Aeroportos e Portos do Estado de São Paulo. Nestes locais serão realizadas somente trancrições de certificados nacionais para internacionais. Para mais informações e esclarecimento de dúvidas,dirija-se ao posto de saúde mais próximo ou consulte o Ambulatório de Medicina do Viajante: 55 (11) 5084-5005, na Avenida Borges Lagoa,770. É importante ligar para agendar uma visita.
Em São Paulo,o passageiro pode dirigir-se aos postos localizados nas Rodoviárias do Tietê (aberto diariamente, das 8h às 22h) e Barra Funda (aberto diariamente, das 8h às 20h).

Fuso Horário: - 2h em relação ao horário de Brasília.

Idioma: os idiomas oficiais do Peru são o castelhano (espanhol) e o quíchua. O castelhano é falado em quase todas as cidades e povos do país, enquanto o quíchua é falado apenas na região andina. No altiplano (departamento de Puno), também é falado o aymara, embora não é considerado como idioma oficial.

Moeda: Nuevo Sol. O câmbio do dólar pode ser feito na maioria dos hotéis, em casas de câmbio e até mesmo na rua (indicamos outras opções). Diversos lugares aceitam pagamento em dólares. Procure levar notas trocadas para facilitar o câmbio. Cartões de Crédito são aceitos em diversos estabelecimentos, mas na maioria haverá uma sobre taxa de 9%. Para ter uma idéia do valor do câmbio, você pode consultar: www.cotacao.com.br.
Dica: o custo de vida no Peru é mais baixo que no Brasil. No ítem alimentação, por exemplo, você pode calcular em média, US$ 20 a U$ 30 por dia. Porém, lembramos que tudo depende da sofisticação dos restaurantes escolhidos. Não se esqueça de levar dinheiro para as taxas de embarque e para as compras de artesanatos nas feiras locais. 

Gastronomia: habitualmente os restaurantes oferecem um menu turístico incluindo entrada, prato principal e sobremesa por um preço acessível. Informe-se antes de fazer seu pedido. Fique atento aos restaurantes indicados, pois alguns locais na região não atendem às normas de higiene. O prato típico do país é o Ceviche: fruto do mar cru, curtido no limão, acompanhado de cebola e batata doce. Não deixe de experimentar também os pratos feitos com trutas e o Tamal, uma pamonha salgada. As frutas típicas são Sancayo ("kiwi" azedo) e Tuna (fruto do Cacto, doce, macio, com sementes). A bebida típica do país é o Chicha Morada, à base de milho roxo. O refrigerante peruano é o Inca Kola, de cor amarelada. O Peru é um grande produtor de batatas. Existem batatas de diversos tipos. O prato mais conhecido feito com batata é o Papa a la Huancaina.

Energia Elétrica: 220V

Embaixada: contato da embaixada do Peru no Brasil: (61)- 242-9933/242-9835/242-9435. 

Alfandêga brasileira: no desembarque no Brasil são permitidos objetos de uso pessoal, roupas e brinquedos e U$500 em eletrônicos, mais U$500 de Free Shop.

Ligações para o Brasil: para realizar chamadas a cobrar, utilize o código do Peru: 0800 50190 (Telefonica do Peru), depois escolha o idioma no qual deseja ser atendido e por último escolha uma das opções de ligação:
1- Ligações automáticas;
2- Ligações com cartão telefônico;
3- Ligações com auxílio de operador.

Compras e Artesanato: para quem vai fazer compras, a ordem é pechinchar. O artesanato no Peru é bastante interessante e multicolorido. É possível comprar peças de lã de vicunha, lhama ou alpaca, os três camelídeos sul-americanos. 

Cuidados:
a região é extremamente seca. Para quem tem problemas de pele seca ou sangramento do nariz, é recomedado usar bastante hidratante e também soro no nariz. Procure sempre beber água potável de garrafa ou leve um purificador (gotas ou comprimido). Fique atento aos restaurantes indicados, pois alguns locais na região não atendem as normas de higiene. Tenha sempre a mão o endereço dos hotéis. 


Melhor Época

A região pode ser visitada durante todo o ano. Entre os meses de Maio a Setembro, o Lago Titicaca tem um tom azulado e o céu fica sem nuvens. Nessa época, o frio é mais intenso.

Para a prática de rafting na região de Arequipa e Colca, os meses mais indicados são de dezembro a março, quando os rios estão mais cheios. Entretanto, é uma região que deve ser visitada durante o ano todo. No período entre maio e setembro, durante o inverno, a paisagem é mais seca, mas com dias ensolarados e céu azul.

Viajante Cia Eco

Daniela e Ricardo "Gostaria de agradecer o excelente serviço prestado, a viagem foi maravilhosa!
Gostamos muito do roteiro "customizado" para nós, um "mix" de alguns roteiros sugeridos no site: Lima - Arequipa - Cusco - Trilha Inca Curta/Machu Picchu - Vale Sagrado - Puno/Titicaca"