EN PT
+55 11 5571-2525

Viajante Cia Eco

Paulo Henrique e Ana

A Polinésia Francesa é maravilhosa mesmo, Bora Bora é deslumbrante! A viagem foi ótima e correu tudo bem, agradecemos a vc e Cia Eco pela competência.
Penso que até para contribuir com o trabalho de vocês eu poderia fazer alguns comentários:

SANTIAGO: tem tido muitos brasileiros em turismo e a trabalho, os chilenos gostam dos brasileiros, em vários lugares falam português e aceitam reais e dólares.
- almoçar pescados e frutos do mar no mercado central é muito bom.
- à noite, o Pateo Bella Vista é boa opção, reúne em um grande espaço aberto vários bares, restaurantes e lojas.
- no aeroporto, a LAN exige auto check-in em terminais antes de se ir ao balcão para verificação e despacho de bagagem.
  No auto check-in tem que entrar com o número do localizador das passagens aéreas, tem que tê-lo em mãos. O problema é que mesmo no caso de 2 pessoas juntas com o mesmo nº, não saem assentos juntos; tem que usar a opção de troca e nem sempre consegue. Acho que se der prá fazer pela internet deve ajudar.
- nas suas orientações constava para eu pagar taxa de embarque de SCL p/ SP; procurei e perguntei e nada. Não paguei.
- na volta ao Chile a partir de outro país, eles tem inúmeras restrições para entrada de produtos de origem animal ou vegetal, mesmo artesanatos: madeira, osso, sementes, couro... um mundo de coisas. E dá multa além da confiscação! Achei terrível, estava com várias conchas, corais e outros artesanatos. Não aconteceu nada, mas fiquei com medo.
- ficar em hotel no centro de SCL é vantagem mesmo (Plaza San Francisco).
- cervejas boas são: Austral e Escudo.
 
PASCOA: é frio nesta época do ano e venta muito.
- 2 dias dá prá ver tudo.
- nosso hotel era muito agradável (Altiplanico). Só que a 4 Km da vila; usávamos táxi e um dia fomos a pé pela costa, o que foi muito bom. Talvez um hotel mais central traga alguma vantagem em termos de refeição e compras. Mesmo assim, gostei.
- estávamos só nós 2 no passeio e o guia, até simpático, estava meio desestimulado e poderia ter se envolvido mais.
- a cerveja local não é boa.

PAPEETE: hotel muito legal mas longe do centro (Radisson). O s tempos de estadia em Papeete são curtos e não dá prá fazer nada quando o hotel é longe.

MOOREA : dá prá ir de catamarã tranquilamente (30 minutos), nem sei se vale a pena avião.
- foi bom demais. O Hilton é excelente e nos presentearam com champanhe francesa e docinhos.
- como todos dizem, vale a pena comprar comida e bebida em supermercado. No hotel é tudo muito caro. Mas precisa esquecer isso um pouco e curtir.
- restaurantes da ilha fazem transporte gratuito para os clientes, é só pedir na recepção do hotel.
- queria o passeio "nadar com golfinhos", mas quando fui me inteirar, achei que não valia muito não. São 15 minutos de explanação e 15 com os golfinhos em grupos de 6 pessoas, por  +/_  R$800,00 cada. Não pode tirar foto com sua câmera e vendem as fotos deles por quase 100 dólares.
- o hotel disponibiliza snorkel e caiaque gratuitamente, é muito bom aproveitar (em Bora Bora tb).
- o relevo da ilha é lindo!

BORA BORA : é maravilhosa!
- não tem assento numerado no vôo prá lá. A dica é ficar na fila logo e pegar janela à esquerda para fotografar as ilhas.
- tive diferentes informações sobre peso da bagagem antes da viagem (10 kg, 15 kg, 20 kg), até fiquei com medo na hora de preparar a mala. O que consta do bilhete aéreo da Air Thaiti é limite de 20 kg.
- o Hilton é lindo, tudo é muito bom. O bangalô era fantástico, um luxo.
- vale a pena sim fazer meia-pensão, os hotéis ficam em motus (ilhotas), longes de qualquer restaurante.
- tem um shutlle (barquinho) do hotel para a ilha principal, mas é cobrado e tem horários certos; poucos  e mais caros à noite.
- tem que ir à vila principal no 1º dia para comprar lanches, ÁGUA, bebidas, etc. Água é muito cara no hotel, assim com tudo. O mercado de artesanato fecha às 16h.
- em toda a polinésia fala-se inglês e aceita-se dólares sem problema. Não justifica trocar dinheiro.
- são muito simpáticos e gentis
- tem que ficar curtindo o bangalô e o mar. Nada de ficar inventando muitos programas.
- a cerveja local (Hinano) é muito boa.

- este roteiro é o suficiente; não creio que outras ilhas acrescentariam.
- casais de brasileiros que foram direto SP/Pappete chegaram estourados; achei o nosso esquema mt bom e tb fomos adaptando o fuso.

- foi o lugar mais lindo que já visitei, adorei!
Obrigado

Paulo Henrique