EN PT
+55 11 5571-2525

Viajante Cia Eco

Eduardo Alves Maria Após viajar para os famosos Masai Mara e Seregenti e ter presenciado a grande migração de Gnus e Zebras, vem a grande dúvida: o que fazer agora? A África possui diversos parques, alguns deles não tão conhecidos outros tão famosos e como Etosha na Namíbia, Okawango em Botswana ou as montanhas de Virunga na África Central e etc. Bem decidi por um país pouco conhecido pelos brasileiros. Quando falava que iria para Botswana sempre ouvia: que? Onde é isto? Por que você não vai a um zoológico que é mais barato?. Rsss
Bem chegou o dia, ao desembarcar em Maun, fui para o setor de imigração e após preencher o formulário fui para imensa fila que tinha apenas um oficial para todo avião e que conferia os passaportes nos mínimos detalhes, o holandês ao meu lado me falou: acho que vamos passar o dia todo aqui. Rss bem até que não foi tão sofrido. Passado por todos os tramites legais fui recepcionado pela operadora local e peguei um voo de 25 minutos para o primeiro parque, Makgadikgadi.
Makgadikgadi: ao chegar fiz um pequeno safari ao hotel onde fui recepcionado e onde me foi explicado como seriam as atividades. O parque possui diversos ambientes, o entorno do rio Boteti onde se concentra a maior parte dos game drives, uma zona mais alta que possui vegetação baixa arbustiva, mas muito espessa e o grande salar. Esta é a temporada de seca, então os animais migram para o entorno do Rio onde fica muito mais fácil a sua visualização.
Entre os animais que observei estão zebras, gnus, impalas, grande kudus, elefantes, javalis, girafas, hipopótamos, baualas, chacais e etc dentre muitas aves também. Na parte mais alta do parque ao procurar por leoas tive um dos mais emocionantes encontros com animais selvagens, quatro elefantes machos com uns 4 metros de altura cruzaram a estrada e pararam para nos observar antes de continuar seu caminho, realmente foi incrível estar tão perto deles. O por do sol na África sempre é um espetáculo a parte e que sempre vale a pena ser observado. O Lodges são muito aconchegantes, todos com vistas para os parques onde se pode apreciar o nascer do sol com paredes de vidro tanto nos quartos como nos banheiros. A noite não se pode transitar sozinho pelo risco de se encontrar com animais selvagens, como era no Serengeti, e se podem ouvir leões patrulhando o território como também diversos animais.
Hora de ir para outro Campo, em minha opinião seria interessante incluir também o Makgadikgadi Pan que possui lindas paisagens mais não foi englobado nos game drives como também aquela região dos Baobás. Infelizmente não consegui ver os suricatos, leões, hienas marrons, rinocerontes (estes já sabia que seria muito difícil vê-los) e wild dogs do parque. Bem fazer safari é assim mesmo, as vezes temos sorte outras não.
Okawango Delta: após um curto voo com paisagens deslumbrantes cheguei ao Okawango Camp, fui recepcionado e a tarde fiz o Mokoro Safari. Navegar em um Mokoro é como andar de gôndola em Veneza, só troque o cheio da água de Veneza pelos mosquitos do Delta, Rss. Brincadeiras a parte, as paisagens são deslumbrantes com muitos tons de verde, diversos pássaros, lógico os mosquitos e a luz do sol refletindo sobre a água escura do delta. Realmente lindo, vale a pena fazer é só ficar com a boca fechada que não terá problema com os mosquitos. Rsss
No outro dia pela manhã fiz o Walking Safari, onde você caminha pela savana a pé com dois guias, eles explicam como se deve portar e sobre o que nunca fazer se encontrarmos com predadores. Eu sinceramente adorei foram 3 horas caminhando, uns 8 km avistei impalas, kobus, javalis que fiquei a poucos metros, vi também girafas ao longe, explicações sobre o território de hienas que cruzamos, alimentação dos elefantes, fotografei também diversos pássaros, quando retornávamos tivemos a sorte de 2 elefantes passarem a uns 30 metros da gente, eles farejaram o ar, olharam para a gente e continuaram seu caminho até a água. Conversei com uns suíços e ingleses e eles não gostaram, acharam cansativo. Para quem gosta de aventura eu recomendo, só não esqueça de levar água pois o sol forte.
À tarde fiz o Boat Safari navegando pelos canais do Okawango, se é possível ver muitos pássaros além da bela vegetação e crocodilos, para se conseguir boas fotos dos pássaros você precisa ter olhos aguçados, reflexo rápido e como em todo safari muita sorte, que não foi o caso desta vez. O por do sol é um espetáculo a parte gerando cenas incríveis que valeram todo passeio. Carl, meu guia me falou para levar óculos de sol para hora do por do sol, eu havia entendido que era por causa da luz que refletia na água, mas cheguei à conclusão que era por causa dos mosquitos, eram tantos que eles batiam no rosto conforme o barco andava que parecia que estava chovendo no meu rosto, ainda bem que estava de boca fechada porque caso contrário não jantaria naquela noite. Rss
Sobre os Lodges novamente, os jantares são ocasiões memoráveis, todos os funcionários do lodge cantam músicas e dançam sempre em um ritmo bem divertido e animado. Durante o jantar alguns sentam juntos dos hóspedes e todos trocam experiências. Muito legal. A noite e às vezes durante o dia os elefantes visitam o lodge e agitam as palmeiras para comer seus frutos como também os babuínos que sobem e ficam jogando eles lá de cima acertando o teto do quarto, são vizinhos bem barulhentos, é uma noite animada á fora.
Meu último safari estava em aberto então escolhi o Boat Safari novamente para ter mais chance ver os animais, tive a sorte de ir junto com um casal de Sul-africanos que eram aficionados por pássaros, ganhei uma aula grátis, das 430 espécies encontrados no delta, avistamos mais de 70, tivemos ainda um magnifico encontro com um elefante macho imenso que cruzou o canal e que pudemos acompanhá-lo por uns 20 minutos, foi incrível. Para finalizar avistamos vários Hipopótamos e um crocodilo. Minha despedida de Okawango foi de muita sorte.
Mais um voo, agora para o Moremi Camp: ao chegar fiz um safari e ao ser indagado sobre o que queria ver falei sem pestanejar, Wild Dogs, ele fez hmmm... tudo bem não custa tentar. Lá a abundancia de animais impressiona. Fiz mais três game drives lá, todos incríveis. Muitos elefantes, girafas, hipopótamos, pássaros, mangustos (são primos dos suricatos), impalas, topis e muitos outros antílopes, pode se ver muitos macacos também, velvet, babuínos e leões, vi apenas os machos os três irmãos e outras duas ocasiões o macho mais velho que havia caçado. Xakanaxa é um lugar incrível, com muitos animais uma paisagem deslumbrante e o cheiro da relva ao amanhecer é delicioso. Infelizmente não consegui ver os wild dogs, seguimos suas pegadas, mas eles não quiseram aparecer bem como os leopardos que com certeza nos viam, mas nós não. Mesmo aquele que rondava meu quarto à noite deixando suas pegadas.
Resumindo Botswana te dá uma experiência mais selvagem do que é fazer um safari, sem sinal de telefone, sem internet, apenas você e a natureza no seu estado mais bruto. Sobre os animais que não consegui ver, hum ... podem esperar, eu volto. ;-)
Obrigado Eduardo