EN PT
+55 11 5571-2525

Pacotes de viagens para Pico da Neblina com especialistas

É na região norte, na fronteira do Estado do Amazonas com a Colômbia e a Venezuela que se encontram os dois picos mais altos do país: o da Neblina (3014 m) e o 31 de Março (2992 m). Ambos foram descobertos em 1954 durante uma expedição de botânica, quando até então o Pico da Bandeira, em Minas Gerais, era considerado o ponto mais alto do Brasil.

Para proteger a extensa região de mata densa, de flora e fauna diversificadas e que abriga importantes comunidades indígenas como a dos Yanomamis e dos Tucanos, foi criado em 1979 o Parque Nacional do Pico da Neblina, com cerca de 2,2 milhões de hectares.

O acesso ao local se dá a partir de São Gabriel da Cachoeira, onde a infra-estrutura turística é pouco desenvolvida. Há vôos de Manaus até este município de onde partem as expedições de trekking ao Pico da Neblina. É necessário obter autorização do Ibama e pagar uma taxa para participar das atividades.

O preparo físico e a presença de guias credenciados também são imprescindíveis para a segurança e o sucesso das expedições face ao nível de dificuldade acentuado por fatores naturais. Não existe estação seca nessa região devido a sua proximidade com a Linha do Equador. O clima é de floresta tropical e se modifica até se transformar em tropical de altitude. Já o relevo caracteriza-se por três unidades distintas: a planície dos Rios Branco e Negro, o planalto Amazonas-Orenoco e o planalto sedimentar Roraima, onde se situam os picos acima de 1.500m e a neblina é constante.

Saídas regulares

Expedição ao PN Pico da Neblina - 16 dias

O Projeto de reabertura do Pico da Neblina estrou em sua fase final.
Importante saber que ainda não há agências ou operadoras credenciadas, portanto, não há reservas e nem comercialização de Pacotes.
 
Consulte valores com nossa equipe
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Principais Atrações

Índios Yanomami: dentro dos limites do parque, existe uma tribo dos índios Yanomami, com alguns poucos habitantes que ainda conservam os hábitos e cultura tradicionais.

Parque Nacional Cerro de La Neblina:
o lado Venezuelano do parque, forma um dos maiores complexos bióticos protegidos do planeta.

Parque Nacional do Pico da Neblina:
o parque está no território indígena dos yanomamis, tornando esta região muito controlada. Dentro do parque existem inúmeras cachoeiras e rios.

Topo do Pico da Neblina:
alcançando seus 3.014 m de altura, o visitante pode deixar seu nome no livro que está no topo do pico. O parque também abriga o segundo ponto mais alto do país, o Pico 31 de Março, com 2.992 m de altura.

Dicas

Nível de dificuldade: a trilha exige um esforço físico grande, além de um bom preparo psicológico. É necessária experiência anterior em viagens deste gênero, o condicionamento físico deve ser muito bom e a disposição altíssima.

O que levar: confira o check list de equipamentos. É imprescindível que tudo seja organizado com antecedência.

Redes para dormir: sugerimos a utilização de redes ao invés de barracas. São mais leves, práticas e rápidas de ser montadas.

Malária: a transmissão da doença ocorre na região. Como não existe vacina para sua prevenção, procure passar repelente constantemente e usar camisa de mangas compridas ao amanhecer e anoitecer. Nesses períodos, os banhos de igarapé devem ser evitados também.


Melhor Época

A melhor época para visitar a região vai de setembro à novembro, quando a precipitação é menor e o sol aparece com mais frequência. No entanto, esse é também o período mais quente. As precipitações mais frequentes ocorrem na parte mais baixa da trilha para se chegar ao Pico da Neblina, até os 1.000 metros, onde predomina a vegetação amazônica. A temperatura média anual passa dos 25º C e a umidade relativa, dos 80% - o mês mais frio do ano marca temperaturas acima dos 20º C. Na parte alta da caminhada, a partir de 2.000 metros de altitude, as noites de inverno podem registrar temperaturas entre 7 e 10º C. 

Importante:
O Parque Nacional do Pico da Neblina está fechado para visitação por recomendação do Ministério Público Federal desde 2003. O ICMBio tem trabalhado em parceria com a FUNAI e Associação Yanomami do Rio Cauaburi e Afluentes (AYRCA) e com o Ministério Público Federal para a reabertura e ordenamento da atividade turística no Parque, principalmente para a visitação ao Pico da Neblina. Se você tem interesse em conhecer esse atrativo, entre em contato com a nossa equipe e faça um cadastro. Os nossos clientes serão avisados assim que o Parque for reaberto à visitação.