EN PT
+55 11 5571-2525

Pacotes de viagens para Laos com especialistas

Laos, um dos segredos mais bem guardados da Ásia!
O misticismo das culturas orientais tem seu ponto de encontro em Laos, um país rico em religião, natureza, arquitetura e história.

Saídas regulares

Laos - 4 dias

Luang Prabang
Saídas aos domingos até outubro de 3019
Valor a partir de
US$ 861,00 parte terrestre
Validade: outubro de 3019

Laos - 6 dias

Luang Prabang, Vientiane
Consulte próximas saídas!

 
Consulte valores com nossa equipe

Trekking em Xieng Kouang - 4 dias

Phonesavanh, Ban Tachok, Ben Keokaola, Hot Springs
 
Consulte valores com nossa equipe

Destinos conjugados

Indochina - Guia em espanhol - 14 dias

Laos: Luang Prabang, Vietnã: Hanói, Halong Bay, Hoi an, Hue, Ho Chi Min City, Cambodja:Siem Reap, Phnom Penh
 
Consulte valores com nossa equipe

Indochina - Tailândia, Vietnã, Laos e Cambodja - 18 dias

Bangkok, Luang Pragbang, Hanoi, Halong, Lan Ha Bay, Hoi An, Ho Chi Minh, Siem Reap
Saídas diárias até outubro de 2019
Valor a partir de
US$ 5.036,00 parte terrestre
Validade: outubro de 2019

Indochina - Tailândia, Vietnã, Cambodja e Laos - 19 dias

Siem Reap, Luang Prabang, Bangkok, Bat Trang, Cu Chi, Danang, Ha Long, Hanoi, Ho Chi Minh, Hoi An, Hue
Saídas às quartas até outubro de 2020
Pagamento em 10x
Valor a partir de
US$ 3.809,00 parte terrestre
Validade: outubro de 2020

Viagem em grupo

Tailândia, Laos e Vietnã - 18 e 21 dias

Bangkok, Ayutthaya, Ho Chi Minh, Danang, Hoi An, Danang, Halong Bay, Hanói, Luang Prabang
Extensão opcional a Siem Reap
Saída especial: 12/01/20 com Emilio Moufarrige
Guia brasileiro
Valor a partir de
US$ 6.930,00 parte terrestre
Validade: janeiro de 2020

Tailândia, Laos, Camboja e Vietnã - Festival das Lanternas - 23 dias

Istambul, Bangkok, Chiang Rai, Chiang Mai, Luang Prabang, Siem Real, Phnom Penh, Ho Chi Minh, Hoi Ann, Hanoi, Halong Bay
Saída especial: 06/11/19 com guia brasileiro
Pagamento em 10x
Valor a partir de
US$ 7.827,00 aéreo + terrestre
Validade: novembro de 2019

Indochina - Guia em português - 24 dias

Cambodja, Cingapura, Laos, Tailândia, Vietnã
Saídas especiais: 07/02 e 22/03/20
Valor a partir de
US$ 9.860,00 aéreo + terrestre
Validade: março de 2020
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Principais Atrações

Vientiane: localizada às margens do Rio Mekong, é a capital do Laos desde o século XV, quando foi mudada de Luang Prabang. Suas pagodas são fascinantes e a variedade de comidas apimentadas é um atrativo local sem comparação. Pode-se traduzir o nome por Cidadela da Lua. A grande stupa sagrada de Pha That Luang, o monumento mais conhecido do Laos, encontra-se na cidade, bem como outros monumentos de importância nacional.

Pha That Luang:
esse monumento de 45 metros remonta a um antigo santuário khmer, localizado a 4 Km do centro de Vientiane. É símbolo da religião budista, dominante no país, e foi reconstruído entre 1931 e 1935, depois de um abandono de mais de cem anos, ocasionado por um incêndio em 1828. A flecha da grande stupa simboliza a flor de lótus e a passagem da ignorância humana à iluminação. Na lua cheia de novembro, a maior festa budista do país é realizada no entorno do templo e uma grande feira transforma o espaço num grande centro comercial.

Parque do Buda (Suan Phut):
são muitas esculturas budistas e hindus dispostas em um campo localizado a 24 Km do centro de Vientiane. Esse parque foi construído em 1958 por Luang Pu (o venerado grande pai) Bunleua Sulilat, um iogue que decidiu fundir as mitologias, filosofias e iconografias budistas e hindus em um lugar só. Depois que abandonou o lugar para viver em Nong Khai, o governo do Laos tornou o espaço público e aberto à visitação. As estátuas são magníficas e valem a visita.

Wat Si Saket:
é um dos templos mais antigos e mais interessantes de Vientiane. Construído em 1818 pelo rei Anouvong, é o único templo que restou do incêndio de 1828. Esse templo apresenta uma arquitetura única em seu gênero e o acervo de budas do museu que fica na parte interna é muito variado.

Luang Prabang:
foi a pimeira capital do Laos, do reino de Lang Xang, e por isso é o berço da cultura lao. Considerada patrimônio da humanidade pela Unesco, hoje, o seu acervo arquitetônico é famoso pelos 32 templos e pelos monges locais. Os lugares para visitação incluem o Museu do Palácio Real, o Templo Xieng Thong, a Montanha Phousi e outros templos que ficam nas proximidades. As festas do Pimay, o ano novo lao, realizadas na metade de abril são particularmente espetaculares.

Palácio Real: construído em 1904, no período em que o país era colônia francesa ainda, o palácio serviu como morada de reis e príncipes. Transformado em museu, hoje abriga caixas de manuscritos, rochas lunares (presente do presidente Nixon) e a mais valiosa peça da coleção, o Pra Bang – a mais impressionante imagem de Buda do país, símbolo de proteção nacional.

Wat Xieng Thong:
o “Templo da Cidade Real” é o mais belo templo de Luang Prabang. Construído em 1560, pelo rei Setthathirat, a fachada é ornada por um grande mosaico que representa a árvore da vida. O mais impressionante, no entanto, é que centenas de monges, todos os dias ao alvorecer, reúnem-se para uma caminhada pelas ruas enevoadas em busca da união das almas.

Grutas de Pak Ou:
localizadas a 25 Km de Luang Prabang, na confluência dos rios Nam Ou e Mekong, as grutas ao pé das falédias calcárias guardam 4000 estátuas do Buda, em estilos e tamanhos diferentes, mas são as clássicas de Luang Prabang que mais se destacam.

Planície de jarros:
a mais enigmática atração do sudeste asiático, leva esse nome porque centenas de pedras em forma de jarro encontram-se dispersas pela região da planície. Uma das teorias é que teriam sido criadas por alguma civilização da idade do metal, possivelmente para guardar restos funerários cremados. Elas não foram moldadas com pedras do local e pesam várias toneladas, por isso é um mistério ainda como teriam parado ali.

Dicas

Vacina: é obrigatório apresentar o comprovante internacional de vacina contra febre amarela. Além disso, recomenda-se tomar também as vacinas contra Hepatite A (em duas doses, sendo que ao tomar a primeira, a pessoa já estará imune), disponível em clínicas particulares; e contra tétano e febre tifóide, disponíveis nos Hospitais Emílio Ribas, Hospital das Clínicas e Ambulatório de Medicina do Viajante da Vila Clementino. É importante informar que as vacinas devem ser tomadas com antecedência - no caso de febre amarela, até 10 dias antes da viagem - para não ser surpreendido com a falta de alguma delas na ocasião da procura nos hospitais.

- Hospital Emílio Ribas: Av. Dr. Arnaldo, 165. Atendimento de Seg. a Sex., das 12h30 às 15h. Agendar: 55 (11) 3896 1366.
- Hospital das Clínicas: Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 255. Atendimento de Seg. a Sex., das 07h30 às 15h.

Importante: Desde o dia 1º de junho de 2008, as vacinas contra febre amarela NÃO são mais aplicadas nos postos da Anvisa em Aeroportos e Portos do Estado de São Paulo. Nestes locais serão realizadas somente trancrições de certificados nacionais para internacionais. Para mais informações e esclarecimento de dúvidas,dirija-se ao posto de saúde mais próximo ou consulte o Ambulatório de Medicina do Viajante: 55 (11) 5084-5005, na Avenida Borges Lagoa, 770. É importante ligar para agendar uma visita.
Em São Paulo, o passageiro pode dirigir-se aos postos localizados nas Rodoviárias do Tietê (aberto diariamente, das 8h às 22h) e Barra Funda (aberto diariamente, das 8h às 20h).


Melhor Época

A melhor época para uma visita ao Laos é entre os meses de novembro e fevereiro, quando chove menos e não é tão quente. Essa também é a melhor época para os festivais nacionais e regionais – os bun. Se o destino são as montanhas do país, maio e julho são meses agradáveis também. Durante a estação chuvosa, que vai de julho a outubro, as estradas podem ficar intransitáveis, mas a locomoção à barco é facilitada. Os meses de dezembro a fevereiro são os de maior fluxo turístico.

Viajante Cia Eco

Beatriz Goldschmidt "A nossa viagem foi ótima e muito bem organizada. Já estamos recomendando vocês para amigos!! O Natal e Ano Novo em Hong Kong é um espetáculo!!! Cartões de Natal luminosos do tamanho dos prédios de 60 andares."