EN PT
+55 11 5571-2525

Pacotes de viagens para Zâmbia e Zimbábue com especialistas

Um dos países mais pacíficos do continente, a Zâmbia, antiga Rodésia do Norte, está localizada no coração da áfrica subsaariana. Assim como os países vizinhos, possui vastas reservas de vida selvagem, dentre as quais se destacam as Cataratas de Vitória, região de fronteira com o Zimbábue.

O Zimbábue, antiga Rodésia do Sul, está situado completamente num planalto coberto de savana, em que a altitude varia de 1.000 a 1.800 metros. As duas Rodésias foram administradas pela Companhia Britânica da África do Sul até o início do século XIX, com ênfase na exploração mineral. Apesar da imagem de um país inseguro político e socialmente, as suntuosas reservas naturais do Zimbábue estão longe das áreas de instabilidade e podem ser visitadas com segurança.

Um dos grandes atrativos no Zimbábue é o Parque Nacional Hwange, localizado na região oeste do país e famoso por sua concentração de elefantes. É um dos maiores santuários de vida selvagem do mundo.

Destaca-se também o Parque Nacional Chobe e o Delta do Okavango, que formam um imenso complexo de vida que ultrapassa a divisão política entre os países. É nessa imensa área selvagem que são realizados alguns dos mais ricos safáris de toda a África.

O rio Zambezi nasce no noroeste da Zâmbia, corre por Angola, Botsuana, Zimbábue, forma as estonteantes Cataratas de Vitória, e termina em Moçambique, depois de 2.660 Km de percurso. A cidade de Livingstone, capital da Zâmbia, é o melhor ponto de acesso para se chegar até lá. O rio forma o maravilhoso Lago Kariba com uma variedade de pássaros impressionante vivendo ao redor da sua área gigantesca, local perfeito para um safári fotográfico. Entre aventura, paz e muita natureza selvagem, a Zâmbia e o Zimbábue exibem seu imenso potencial para a preservação da vida no planeta.

Saídas regulares

Safári na Zâmbia - 4 dias

Sanctuary Sussi & Chuma
Saídas diárias
 
Consulte valores com nossa equipe

Zâmbia - 8 dias

Victoria Falls, South Luangwa
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 3.787,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Zâmbia - 9 dias

Mfuwe, Livingstone
Saídas em datas específicas
 
Consulte valores com nossa equipe

Zimbábue - Extensão a Victoria Falls - 4 dias

Saídas diárias até dezembro de 2019
Câmbio especial em 10x sem juros
Valor a partir de
US$ 702,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Zimbábue - 5 ou 9 dias

Victoria Falls, Parque Nacional Hwange, Parque Nacional Mana Pools
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 2.192,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Zimbábue - Cataratas e Safári - 10 dias

Victoria Falls, Parque Nacional Hwange e Mana Pools
Saídas diárias até novembro de 2019
Valor a partir de
US$ 6.888,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2019

Destinos conjugados

Zimbábue e Zâmbia- 10 dias

Harare, Mana Pools, Hwange e Livingstone
Saídas diárias até novembro de 2019
Valor a partir de
US$ 6.543,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2019

África do Sul e Zimbábue - 8 dias

Johannesburg, Parque Nacional Victoria Falls, Cape Town
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 3.254,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Zâmbia, Botsuana e África do Sul - 9 dias

Victoria Falls, Parque Nacional Chobe e Cape Town
Saídas diárias até novembro de 2019
Valor a partir de
US$ 3.671,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2019

Zâmbia e Botswana - 9 dias

Livingstone, Victoria Falls, Parque Nacional Chobe, Delta do Okavango
Saídas diárias até novembro de 2019
Câmbio especial em 10x sem juros
Valor a partir de
US$ 4.036,00 parte terrestre
Validade: novembro de 2019

Botsuana e Zâmbia - Great Plains Conservation - 9 dias

Delta do Okavango, Selinda Reserve, Zambezi National Park
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 16.389,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Botsuana e Zâmbia - Sanctuary Retreats - 9 dias

Delta do Okavango, Moremi, Kasane (Parque Nacional do Chobe) e Livingstone
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 6.581,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Botswana & Zimbábue - 9 dias

Delta do Okavango, Reserva Privada de Selinda, Parque Nacional do Zambeze, Victoria Falls
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 15.540,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Principais Atrações

.: Zâmbia :.

Livingstone: antiga capital da Zâmbia (hoje, Lusaka), conserva muito da arquitetura inglesa eduardiana que foi usada nas suas construções a partir da fundação da cidade, em 1905. O Museu de Livingstone é o maior e mais antigo do país: possui uma seção de arqueologia, contando a história humana na Zâmbia, da Idade da Pedra à Idade do Metal; uma galeria de artes e etnografia; a galeria de história, que conta o processo de colonização inglesa na região, além da seção de arqueologia e da mostra dos primeiros jornais do país. O Railway Museum é também outro atrativo histórico da cidade. Os mercados a céu aberto são bons para quem deseja ter mais contato com a população e provar os produtos típicos do país. Os passeios para se conhecer as atrações naturais da região são diversos: cruzeiros pela parte alta do Rio Zambezi, canoagem, rafting, cavalgadas, bungee jump, passeios de caiaque, sobrevoos de helicóptero pelas Cataratas de Vitória, safáris com elefantes, entre outros.

.: Zimbábue :.

Parque Nacional Hwange: localizado ao sul das Cataratas de Vitória, no oeste do país. Em sua área, encontram-se grandes concentrações de elefantes – é um dos maiores santuários de vida no mundo e, em consequência, a procura para visitação é grande. Durante o inverno, o safári noturno permite o avistamento de muitos animais – são aproximadamente 100 espécies, entre répteis, mamíferos e anfíbios, além de mais de 400 espécies de aves no território todo.

.: Zâmbia e Zimbábue (fronteira dos dois países) :.

Rio Zambezi: às suas margens, estão muitas áreas de proteção integral da vida selvagem local, o que garante a sua intocável biodiversidade e beleza cênica. A parte alta do rio é palco de safáris fotográficos embarcados, a baixa, depois das Cataratas de Vitória, cenário de incríveis raftings. Tudo isso para se conhecer o dia-a-dia de uma natureza ainda pouco explorada pelo homem. Durante seu percurso, ainda existe um imenso lago, o Kariba, ótimo para avistamentos e passeios de barco.

Sunset Cruise African Queen: esse cruzeiro pelo rio Zambezi é feito em um catamarã que comporta 120 pessoas em três decks. Pode-se escolher entre 5 horários diferentes para o passeio, dois de manhã, um ao meio dia e dois à tarde, todos com refeições incluídas. De manhãzinha, o destaque da paisagem fica com a névoa que paira sobre as cataratas de Vitória, o reflexo das águas e os hipopótamos. À tarde, o melhor horário é o do pôr-do-sol.

Parque Nacional das Cataratas de Vitória  (Moasi-Oa-Tunya): esta reserva abriga uma das sete maravilhas naturais do mundo, oferece um dos melhores safáris da África, um dos raftings mais radicais e também inesquecíveis saltos de bungee jump. São 5 cascatas formadas pelo Rio Zambezi e pode-se fazer um cruzeiro pela parte alta do rio ou passeios de canoa. David Livingstone, explorador inglês do século XIX, batizou as cataratas com o nome da rainha, Vitória, em 1855. O parque é conhecido também como Mosi-Oa-Tunya, que significa “a grande nuvem trovão” - explica-se o nome pelo fato da fumaça ser vista a 20 Km de distância em épocas de chuva, na maior cortina d´água do mundo, com 1,7 Km de estensão e 200 metros de queda. Em noites de lua cheia, pode-se ver o arco-íris noturno, fenômeno único.

Elephant Back Safari: é uma exeperiência única que tem por objetivo a interação do homem com o elefante por áreas selvagens próximas à região do Parque Nacional das Cataratas de Vitória. Durante o passeio, são vistos búfalos, girafas e zebras. Ao longo do Rio Zambezi, crocodilos e várias espécies de pássaros. Cada elefante tem seu domador. A duração do passeio, que conta com um show dos elefantes, é de 3 horas.

Voo dos anjos: um passeio de helicóptero que sobrevoa a área das Cataratas de Vitória e do Rio Zambezi. Essa é a melhor forma de levar para casa fotografias das cataratas. O voo dura por volta de 12 a 13 minutos e o heliporto fica a 3 Km do centro da cidade de Victoria Falls.

Lago Kariba:
um enorme lago artificial de 5.580 Km² (40 Km de largura e 220 Km de extensão máximas) formado pela barragem do rio Zambezi, 1.300 Km a partir de sua foz. São aproximadamente 375 espécies de pássaros vivendo ao redor do lago. Difícil imaginar tanta diversidade em um só lugar. São organizados cruzeiros ao entardecer para ver elefantes tomando banhos de lama nas margens do lago e enormes crocodilos.  

Dicas

Bagagem: Fique atento para as restrições da bagagem de mão e leia atentamente o check list que será entregue após a confirmação de sua viagem. Em caso de dúvidas, por gentileza, entre em contato com os consultores da Cia Eco.

Documentação: para os brasileiros, é recomendado providenciar o visto junto à embaixada da Zâmbia em Brasília antes de embarcar para o país. Outra exigência é que o passaporte esteja válido e com pelo 3 páginas completamente em branco. Caso contrário, o Departamento de Imigração do país não aceita em hipótese alguma a entrada de estrangeiros no país.

Vacina: é obrigatório apresentar o comprovante internacional de vacina contra febre amarela. É importante informar que as vacinas devem ser tomadas com antecedência - no caso de febre amarela, até 10 dias antes da viagem - para não ser surpreendido com a falta de alguma delas na ocasião da procura nos hospitais.
Recomenda-se também as vacinas contra Hepatite A (em duas doses, sendo que ao tomar a primeira, a pessoa já estará imune), disponível em clínicas particulares, e contra tétano e febre tifóide, disponíveis nos Hospitais Emílio Ribas, Hospital das Clínicas e Ambulatório de Medicina do Viajante da Vila Clementino.
- Hospital Emílio Ribas: Av. Dr. Arnaldo, 165. Atendimento de Seg. a Sex., das 12h30 às 15h. Agendar: 55 (11) 3896 1366.
- Hospital das Clínicas: Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 255. Atendimento de Seg. a Sex., das 07h30 às 15h.

Importante: Desde o dia 1º de junho de 2008, as vacinas contra febre amarela NÃO são mais aplicadas nos postos da Anvisa em Aeroportos e Portos do Estado de São Paulo. Nestes locais serão realizadas somente trancrições de certificados nacionais para internacionais. Para mais informações e esclarecimento de dúvidas,dirija-se ao posto de saúde mais próximo ou consulte o Ambulatório de Medicina do Viajante: 55 (11) 5084-5005, na Avenida Borges Lagoa, 770. É importante ligar para agendar uma visita.
Em São Paulo, o passageiro pode dirigir-se aos postos localizados nas Rodoviárias do Tietê (aberto diariamente, das 8h às 22h) e Barra Funda (aberto diariamente, das 8h às 20h).

Fuso Horário: + 5h em relação ao horário de Brasília. No verão, a diferença é de apenas 4h.

Idioma: Inglês.

Moeda: Kwacha zambiano. Para ter uma idéia do valor do câmbio, você pode consultar: www.cotacao.com.br.

Gastronomia: Em geral, a gastronomia do país se compõe de pratos preparados com carne, peixe, vegetais, milho e sorgo (o quinto cereal mais importante do mundo). A cozinha africana privilegia os assados e o caldo é também um item importante na culinária africana. O prato típico da África é o caril, um guisado de vegetais reforçado com peixe ou carne seca.

Energia Elétrica: 220V

Alfândega brasileira: ao desembarcar no Brasil, são permitidos objetos de uso pessoal, roupas, brinquedos e U$500 em eletrônicos, mais U$500 de Free Shop.

Arte Africana: A manifestação artística na África representa usos e costumes das tribos africanas, através de pinturas, máscaras e esculturas feitas em diversos materiais. Os tecidos também dizem muito sobre a cultura do país. Houve uma época em que a quantidade de tecidos detidos por cada família era marca de riqueza e poder. Para quem gosta de fazer compras, encontra-se de tudo no país desde uma pulseira de diamantes até ovos de avestruz.

Cuidados: O sol na África do Sul é bastante forte, por isso recomenda-se o uso de protetor solar e chapéu. Antes de nadar em lagoas ou rios, informe-se se as águas estão livres do micróbio bilharzia.

Safári: o melhor horário para observar os animais em um safári é de manhã cedo e no final da tarde.


Melhor Época

A melhor época para se visitar o Zimbábue e a Zâmbia vai, em geral, de fins de maio até novembro, quando chove menos. Em setembro, as aves migram para as reservas de água – o avistamento de pássaros é recomendável nessa época.

No inverno da Zâmbia e Zimbábue, de maio a agosto, a temperatura fica em torno dos 20º C de dia e à noite cai bruscamente, para menos de 6º C. Essa é a época ideal para as visitas, mas também é a mais concorrida. O verão, muito quente, compreende de novembro a abril e a temperatura média durante o dia chega aos 35º C na área do Rio Zambezi e das Cataratas de Vitória.

Viajante Cia Eco

Eduardo Alves Maria A viagem foi ótima, os lugares são incríveis, segue abaixo meu relato sobre ela.

Logo pela manhã, parti para Windhoek e depois para Johannesburg para no outro dia pegar meu voo em direção á Zâmbia.
Zâmbia, um novo país o que me aguardaria lá??? Após os tramites legais pelo aeroporto fui recebido pela operadora local Wild Horizons que me levou para meu hotel. O Hotel Royal Livingstone ....