EN PT
+55 11 5571-2525

Pacotes de viagens para Uganda e Ruanda com especialistas

Ruanda, localizado na África Central, faz fronteira com Uganda, Tanzânia e a República Democrática do Congo. É um país de apenas 26.338 km², Capital Kigali, essencialmente rural, com aproximadamente 90% da população trabalhando em lavouras de banana, café e chá.

Sua paisagem apresenta muitas montanhas e vales, sendo conhecido como "o país das mil colinas". A noroeste do país está situado o seu ponto mais alto que é o Monte Karisimbi, um vulcão que alcança 4.507 m. Assim, mesmo sendo um país tropical, o clima em boa parte do território caracteriza-se como temperado devido à altitude elevada.  As suas riquezas naturais e a cordialidade de seus habitantes tem impulsionado o setor de turismo, cujo principal atrativo é a observação dos gorilas de montanha, uma espécie que só é encontrada na região da África Central e está ameaçada de extinção. Além disso, suas montanhas, florestas tropicais, vulcões e lagos propiciam um cenário ideal para a observação de pássaros, caminhadas e pesca.

Uganda é um país da África Oriental e tem como países vizinhos Tanzânia, Ruanda, República Demográfica do Congo, Sudão e Quênia. Possui 31,4 milhões de habitantes e sua capital Kampala, tem 1,2 milhão. As paisagens variam entre planaltos, montanhas, vulcões , lagos, rios, cachoeiras, zonas úmidas e florestas tropicais.

Para quem gosta de esportes, o rafting é uma das aventuras que você pode viver. É possível fazer um percurso que vai até as profundezas do Parque Nacional Impenetrável de Bwindi e chegando lá você ficará cara a cara com um gorila da montanha, animais que estão ameaçado de extinção.

Uganda tem como Patrimônio Mundial da UNESCO os túmulos dos reis de Bow Anda em Kasubi e os parques nacionais de Bwindi Montanhas Rwenzori e impenetrável. Outras atrações são a fauna e a flora, o Parque Mgahinga Gorila, a ilha Bukasa, as Montanhas Rwenzori, as crateras cheias de lagos e Fort Portal.

Saídas regulares

Ruanda - Na montanha dos Gorilas - 4 dias

Kigali, Kinigi, Parque Nacional dos Vulcões
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 1.646,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Ruanda - Wilderness Safaris - 4 dias

Kigali, Kinigi
Saídas diárias até fevereiro de 2020
Valor a partir de
US$ 4.335,00 parte terrestre
Validade: fevereiro de 2020

Ruanda - Only e Only - 3, 4 ou 6 dias

Nyungwe House e Gorilla's Nest
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 2.176,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Uganda - Na montanha dos Gorilas - 4 dias

Entebbe, Parque Nacional Bwindi
Saídas diárias até dezembro de 2019
Pagamento em 10x
Valor a partir de
US$ 1.760,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Ruanda - Na Montanha dos Gorilas - 9 dias

Johannesburg, Kigali, Parque dos Vulcões
Saídas diárias
 
Consulte valores com nossa equipe

Uganda - 9 dias

Kampala, Parque Nacional Murchison Falls, Floresta do Budongo, Hoima, Parque Nacional Rainha Elizabeth, Ishasha, Parque Nacional Impenetrável de Bwindi
Saídas em datas específicas
 
Consulte valores com nossa equipe

Uganda e Ruanda - Montanha dos Gorilas - 11 dias

P.N. Murchison Falls, P.N.kibale, P.N.Queen Elizabeth, P.N. dos Vulcões
Saídas diárias até dezembro de 2019
Valor a partir de
US$ 5.703,00 parte terrestre
Validade: dezembro de 2019

Uganda e Ruanda - Na Montanha dos Gorilas - 10 dias

Johannesburg, P. N. Bwindi, P. N. dos Vulcões, Ruhengeri, Kigali
Saídas as sextas-feiras
 
Consulte valores com nossa equipe

Uganda - 12 dias

Murchison Falls National Park, Murchison Falls National Park, Trekking de chimpanzés na Floresta Budongo, Queen Elizabeth National Park, Parque Impenetrável de Bwindi
 
Consulte valores com nossa equipe
*Os preços nessa página – a partir de – estão listados em reais, dólares americanos ou euros (conforme especificação).
A taxa sobre transações/remessas internacionais (IRRF) não está inclusa no valor dos pacotes.
A tabela completa com todos os valores, de acordo com o período da viagem, encontra-se disponível em cada roteiro. Clique no título para visualizar todas as informações.
Os preços estão sujeitos à alterações sem aviso prévio. Consulte tarifas especiais para os feriados e datas comemorativas.


Principais Atrações

RUANDA

Parque Nacional dos Vulcões: localizado no Noroeste do país, na fronteira com Uganda e República Democrática do Congo, é um dos parques mais antigos da África, inaugurado em 1925. Possui 130 km² e está numa cordilheira formada por seis vulcões adormecidos e dois ativos - Nyiragongo (3.462 metros) e Nyamuragira (3.063 metros). O Monte Karisimbi, com 4.507 m, é o ponto mais alto de Ruanda, o que atrai muitos amantes de caminhadas e montanhismo. Além disso, o parque também é bastante visitado para avistagem de gorilas. O uso de câmeras fotográficas e filmadoras é restrito e, por medida de segurança, recomenda-se que os visitantes mantenham três metros de distância dos animais que, em geral, são pacíficos e tolerantes à presença humana. Para visitá-los é preciso uma autorização, que pode ser obtida no mesmo dia, no próprio parque.

Lago Kivu: situado a cerca de três horas horas de Kigali, possui 2.700 km² e delimita boa parte da fronteira com a República Democrática do Congo. A uma altitude de 1.460 m e rodeado de montanhas, suas praias de águas mornas atrai muitos banhistas e favorece passeios de barco até suas ilhas virgens onde é possível fazer caminhadas e escaladas. Uma das ilhas mais visitadas chama-se Chapéu de Napoleão, que ganhou esse nome devido ao formato semelhante ao de um chapéu militar francês. Vale lembrar que há locais onde é proibido nadar devido aos gases presentes em pontos próximos de vulcões.

UGANDA

Para quem gosta de esportes, o rafting é uma das aventuras que você pode viver. É possível fazer um percurso que vai até as profundezas do Parque Nacional Impenetrável de Bwindi e chegando lá você ficará cara a cara com um gorila da montanha, animais que estão ameaçado de extinção.

Uganda tem como Patrimônio Mundial da UNESCO os túmulos dos reis de Bow Anda em Kasubi e os parques nacionais de Bwindi Montanhas Rwenzori e impenetrável.

Outras atrações são a fauna e a flora, o Parque Mgahinga Gorila, a ilha Bukasa, as Montanhas Rwenzori, as crateras cheias de lagos e Fort Portal

Dicas

Vacina: é obrigatório apresentar o comprovante internacional de vacina contra febre amarela. Além disso, é extremamente importante a medicação anti-malária, anti-rábica, vacinas contra Hepatite A (em duas doses, sendo que ao tomar a primeira, a pessoa já estará imune), disponível em clínicas particulares, e contra tétano e febre tifóide, disponíveis nos Hospitais Emílio Ribas, Hospital das Clínicas e Ambulatório de Medicina do Viajante da Vila Clementino. É interessante informar que as vacinas devem ser tomadas com antecedência - no caso de febre amarela, até 10 dias antes da viagem - para não ser surpreendido com a falta de alguma delas na ocasião da procura nos hospitais.

- Hospital Emílio Ribas: Av. Dr. Arnaldo, 165. Atendimento de Seg. a Sex., das 12h30 às 15h. Agendar: 55 (11) 3896 1366.
- Hospital das Clínicas: Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 255. Atendimento de Seg. a Sex., das 07h30 às 15h.

Atenção: Desde o dia 1º de junho de 2008, as vacinas contra febre amarela NÃO são mais aplicadas nos postos da Anvisa em Aeroportos e Portos do Estado de São Paulo. Nestes locais serão realizadas somente trancrições de certificados nacionais para internacionais. Para mais informações e esclarecimento de dúvidas,dirija-se ao posto de saúde mais próximo ou consulte o Ambulatório de Medicina do Viajante: 55 (11) 5084-5005, na Avenida Borges Lagoa, 770. É importante ligar para agendar uma visita.
Em São Paulo, o passageiro pode dirigir-se aos postos localizados nas Rodoviárias do Tietê (aberto diariamente, das 8h às 22h) e Barra Funda (aberto diariamente, das 8h às 20h). 


Melhor Época

É interessante ressaltar que o clima varia geograficamente, de leste à oeste do país, de acordo com a altitude.

Os períodos entre dezembro a fevereiro e julho a setembro são de estiagem, o que favorece a visita ao Parque Nacional dos Vulcões para as caminhadas de observação dos gorilas, bem como à Floresta de Nyungwe.

Do final de fevereiro ao início de junho e de outubro ao início de dezembro, o clima torna-se chuvoso, podendo ocorrer enchentes prolongadas e a proliferação de mosquitos.

O período entre os meses de novembro e março é considerado o melhor para observação de pássaros.

Viajante Cia Eco

Eduardo Alves Maria A viagem foi muito legal, chegando a Entebbe já se tem uma bonita vista do lago Victória e após os tramites alfandegários me encontrei com Sara e Herbert da Kobo que me aguardavam no desembarque para saímos em direção a Kampala onde iria me hospedar e onde me explicaram como seria toda a viagem.